sexta-feira, 8 de março de 2019

Tens que deixar ir...

Às vezes tens que deixar ir, tens que abrir mão e deixar partir quem não quer ficar.
Às vezes tens que atirar a toalha ao chão e perceber que amar não chega, que às vezes por mais que tu ames o mesmo não acontece do outro lado.
Às vezes tens que deixar os sonhos morrerem mesmo que aches que vais morrer com eles, tens que te despedaçar para que talvez um dia consigas voltar a recomeçar.

Não adianta amar, se o outro não sente o mesmo.
Não adianta dares tudo se do outro lado não recebes nada.
Não adianta fazeres planos, traçares metas se quem está ao teu lado não te quer acompanhar no caminho.

Às vezes tens que deixar cair o coração, dizer adeus e fechar a porta.
Tens que matar os sonhos que teimas em sonhar sozinha, dizer adeus ao futuro que imaginaste e deixar partir quem juraste amar para sempre.
Às vezes amar não chega e quando isso acontece tens que respirar fundo, agarrar em toda a tua força e pedir à outra pessoa que vá embora, que faça o seu caminho e que seja feliz.

Vai doer, vai doer tanto que parece que te falta o ar de todas as vezes que tentares respirar.
Vai doer tanto que vais achar que o teu coração nunca mais conseguirá bater de novo.
Vai doer como se te tivessem arrancado um pedaço... porque na verdade arrancaram..

E vais chorar e tentar perceber em que momento perdeste aquele amor ou o que poderias ter feito de forma diferente, mas a verdade é que às vezes as coisas não estão simplesmente destinadas a ser.

Não te contentes em viver pela metade, não te contentes em não ser amada só porque achas que amas pelos dois, não te contentes em não ter a vida com que sonhaste.
O amor só faz sentido quando é vivido a dois.
E quando não é, vale mais respirar fundo e fechar a porta, mesmo que doa muito.. e eu sei que vai doer...

Tu mereces mais, tu mereces todo o amor do mundo!
Não te contentes com menos do que isso...


14 comentários:

  1. Excelente poema, tem imenso jeito!
    Beijinhos :D

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderEliminar
  2. Que mensagem linda. Adorei
    Beijos

    https://cabelosdeprincesa01.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Às vezes é mesmo o melhor remédio...

    ResponderEliminar
  4. Já passei por uma relação psicologicamente abusiva e muitas vezes nós sabemos que temos de largar porque ser vítima de alguém não deveria ser uma possibilidade. Essa pessoa que abusa de nós não nos ama, não nos quer bem e nunca devemos suplicar pelo amor do outro pois devemos amar-nos a nós próprios o suficiente para dizer "basta" e ser felizes!

    ResponderEliminar
  5. Há momentos em que, por mais que custe ou por mais que magoe, temos mesmo que largar a mão. Porque não é saudável insistir naquilo que não tem retorno

    ResponderEliminar
  6. Que martelada no coração. Aprendi da pior maneira que deixar ir é necessário, algumas pessoas não merecem o esforço de permanecer nas nossas vidas. Prender ela doí, corroí, só fal mal e deixar ir faz com o que o coração sinta uma paz depois ( mesmo que no começo seja dificil)
    Linda mensagem.
    Já estou seguindo seu blog, poderia retribuir seguindo o meu?
    Beijos
    Palavras ao vento

    ResponderEliminar
  7. Muito bem escrito …"Vai doer, vai doer tanto que parece que te falta o ar de todas as vezes que tentares respirar." True

    ResponderEliminar
  8. obrigado :)

    não podia estar mais de acordo...

    NEW WISHLIST POST | HELLO WEEKEND FAVS.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  9. Aquilo que estou a passar é isso. Está a doer. Foram sonhos por água abaixo, um amor por água abaixo, foi tudo. Agora é superar, aprender acima de tudo a valorizar mais, amar-me mais. Aprender e a crescer ����

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não foi tudo, tu ficaste e contigo a capacidade de recomeçar novamente.
      Vai dar tudo certo. Acredita em ti.

      Eliminar
  10. Infelizmente já passei pelo que descreves. E sim. Faltou o ar faltou o chão faltou tudo. Achei que a minha vida acabaria ali... agora que já passou vejo que vivi de migalhas. Vivi de algo que eu dava e não recebia.. ou recebia muito pouco. Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. r: É, muitas pessoas acreditam nisso. Já me perguntaram várias vezes quando é que ia casar pelo civil e na minha inocência dizia que era no dia da cerimónia, só depois é que entendi que ainda há essa crença de que é necessário casar antes por civil.

    ResponderEliminar