sexta-feira, 28 de maio de 2021

James Van Praagh - Eles estão entre nós

Um livro que dá que pensar.
Andarão os fantasmas entre nós?
Influenciarão eles as nossas vidas?

Um livro que pretende esclarecer muitas questões e que vai de encontro a outros que já li.
Recomendado para quem quer conhecer um pouco mais da "realidade" que nos rodeia e sobre a qual não temos conhecimento.

O livro é escrito pelo co-autor da série Entre vidas (The gosth Whisppers)




"Morrer é fácil. Viver é difícil."

"Estamos aqui para aprender com as diferenças que toda a gente tem para nos oferecer."

"Todo o poder de que podemos vir a necessitar reside dentro de nós."

"Quem é que nos conhece melhor do que nós próprios? Todas as respostas que pretendemos saber encontram-se dentro dos nossos próprios corações e não noutro sítio qualquer."

"Eu nunca soube qual era o significado da vida até tu me revelares como se ama."

quinta-feira, 27 de maio de 2021

A tristeza

Há dias em que a tristeza nos invade a alma e em que pequenos gestos tomam grandes proporções, coisas que noutros dias seriam banalizadas tornam-se monstros cabeludos capazes de nos atirar ao chão.
Mas ninguém é de ferro, pois não?
Às vezes tudo o que precisamos é mesmo de chorar, de deixar sair a tristeza, de nos sentarmos no chão, encostados à parede com a cabeça no colo e deixar que as lágrimas nos limpem a alma.
Os gigantes também choram, os heróis também caiem, não dá para ser a super mulher todos os dias.

E sabes que mais? Não faz mal, não faz mal cair, fracassar, chorar, fazer tempestades em copos de água, não faz mal porque amanhã o herói regressa e o mundo passa a ser um lugar fantástico outra vez, não faz mal porque as lágrimas de hoje serão os sorrisos de amanhã e as falhas de agora serão as aprendizagens do futuro.

Não faz mal cair, o que faz mal é ficar muito tempo no chão.
Isso meus amigos é que não pode ser, então caiam, chorem, deixem sair a tristeza toda hoje, e amanhã, quando o sol nascer de novo (mesmo que fraco e escondido por nuvens) nasçam com ele. 
Todos os dias são uma nova oportunidade de fazer a vida dar certo, uns dias mais certo outros um bocadinho menos, mas todos os dias são oportunidades de vencer.
Então vá, deixem a tristeza sair toda hoje, chorem, berrem, barafustem mas amanhã levantem-se com a força do mundo e bola para a frente que atrás vem gente...

Somos todos super heróis, só que alguns ainda não descobriram isso...




quarta-feira, 26 de maio de 2021

Juliet Marillier - O filho das sombras - Sevenwaters II

Neste livro vamos acompanhar as aventuras das duas filhas de Sorcha.
Serão elas tão guerreiras como a mãe?

Quando Liadan é raptada pelo bando do homem pintado o seu destino muda, é altura de mostrar que é filha da sua mãe e que por amor à família é capaz de tudo. Mas será mesmo capaz de tudo, será capaz de se arriscar para salvar os seus e proteger os que mais ama?

Fantástico.
É daqueles livros que quando damos conta já temos os olhos cheios de lágrimas e nem sabemos bem porquê. Não é melodramático, é apenas muito bem escrito e muito envolvente.

Ansiosa por ler o terceiro e último da trilogia (entretanto deixou de ser o último porque isto virou uma saga com 6 livros).

Outros livros desta saga:
A filha da floresta - Vol I
A filha da profecia - Vol III
O herdeiro de Sevenwaters - Vol IV
A vidente de Sevenwaters - Vol V 
A chama de de Sevenwaters - Vol VI



"Cada um de nós escolhe o seu próprio caminho."

"O medo não ganha batalhas."

"Demasiado cansada para chorar, demasiado cansada para pensar."

"Transporto-te no coração, quer queiras quer não."

"Quando se dá o coração é para sempre."

terça-feira, 25 de maio de 2021

Às vezes não é fácil...

Às vezes dás por ti a pensar que a vida é pesada, que parece tudo tão difícil. 
As vitórias tardam em chegar mas as derrotas, as dores de cabeça, os problemas parecem estar sempre ao virar da esquina. 
Dás por ti a achar que nada do que faças ou digas é suficiente, que por mais que tentes não consegues sair do mesmo lugar. 
Às vezes fica tão difícil que tens vontade de desistir, de mandar o mundo explodir e deixar de tentar... 

E depois olhas em volta e parece que tanta gente depende de ti e tu sem saber por onde seguir.. 

Mas sabes, às vezes só precisas de parar e respirar fundo, às vezes tentas demais seguir por um caminho sem te aperceberes que existem outros tantos que talvez te levem ao final que queres. 
Se a vida está difícil, respira fundo e pára, pára de lutar, de tentar com todas as tuas forças que as coisas dêem certo - às vezes elas simplesmente tem que dar errado, pára de caminhar só para dizer que estás a caminhar, estar parado também é fazer alguma coisa e às vezes é realmente tudo o que precisas de fazer. Então pára, escuta o que o universo te está a tentar dizer, entrega nas mãos de Deus e ouve o que o teu coração te diz. 
Se tentaste tantas vezes e não deu certo tenta perceber o motivo, talvez esse não seja o teu caminho, talvez seja altura de voltares atrás e escolheres algo que te faça mais feliz, mais completa, mais realizada. 

Não faz mal desistir, faz mal é persistir em algo que te deixa infeliz, triste, deprimida e sem forças para ser continuar. 
Se a vida não te sorri, que tal sorrires tu para ela? 
Se o caminho está cheio de obstáculos para os quais não estás preparada que tal procurares outro caminho? 
Às vezes só precisamos de mudar de percurso para chegarmos ao mesmo destino. 

Fecha os olhos, respira fundo, ouve o que sentes e o que queres, pára hoje e até amanhã se for preciso, entrega nas mãos de Deus (do criador, do universo, do que quer que seja em que acreditas) e depois segue em frente. 
Deixa a vida seguir, vais ver que estás mais leve, mais feliz. 

E pára as vezes que forem precisas, a vida é longa e às vezes para chegar ao nosso destino temos de parar algumas vezes, mas tu consegues, todos conseguimos, basta acreditar e não perder a fé. 
Vá pára hoje, recupera forças e volta à batalha amanhã. 

Vai dar tudo certo, eu acredito que sim!



segunda-feira, 24 de maio de 2021

Juliet Marillier - A filha da floresta - Sevenwaters I

Será o amor capaz de tudo?
Mesmo contra tudo e todos, mesmo quando parece impossível, mesmo quando o corpo chega ao limite, será o amor capaz de nos dar forças para irmos sempre mais além do que aquilo que acreditávamos ser capazes?

Sorcha vive feliz com os seus pais e irmãos, rodeada por uma floresta que parece proteger os seus, parecem viver num pedacinho de céu. Até ao dia em que a sua mãe morre e o pai conhece Lady Onnogh, é aqui que o inferno  começa e após uma maldição cair sobre os seus irmãos, Sorcha tem de largar tudo o que conhece e tentar restituir a paz à sua casa. 
Será o amor de Sorcha mais forte do que a maldição?

A filha da floresta é o primeiro livro de uma trilogia (entretanto virou uma saga) onde reina a mística das fadas, duendes e feitiços.
Um livro onde a força do amor triunfa sobre todos os males.
Este livro é tão bom e tão bem escrito que quando o terminei, seria capaz de ir procurar fadas e duendes pela floresta.
Fica a vontade de ler o resto dos livros. Muito recomendado para quem gosta do estilo.
 
Outros livros desta trilogia saga:
O filho das sombras - Vol II
A filha da Profecia - Vol III
O herdeiro de Sevenwaters - Vol IV
A vidente de Sevenwaters - Vol V
A chama de de Sevenwaters - Vol VI






"Quando a perdeu, alguma da luz que existia dentro dele apagou-se."

"Se não consegues fazer as perguntas certas, não deves esperar respostas sensatas."

"Não interessa se estás aqui, ou ali, porque, para mim, estás sempre presente, a cada momento. Vejo-te na luz da água, no abanar das árvores jovens ao vento da Primavera. Vejo-te nas sombras dos grandes carvalhos, ouço a tua voz no chamamento da coruja à noite. Tu és o sangue nas minhas veias e no bater no meu coração. Tu és o meu primeiro pensamento, ao acordar e o meu último suspiro antes de adormecer."

"Por vezes, é melhor as verdades ficarem por dizer. Mesmo àquele que amamos."

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Danielle Steel - Uma vez na vida

Resumo:
Daphne e Jeff tinham um casamento feliz e uma vida perfeita, até ao dia em Jeff e a filha morrem e Daphne - que está grávida - tem de lidar com toda a dor ao mesmo tempo que enfrenta as dificuldades de criar um filho sozinha.

Como lidar com a perda de alguém que amamos e que torna a nossa vida perfeita? E se a juntar a essa perda ainda tivermos de lidar com a morte de um filho e uma nova gravidez? E se quando achamos que estamos novamente no caminho certo a vida nos troca as voltas e nos tira novamente o chão? O que fazer? Como enfrentar a dor?

Opinião:
Lindo, lindo, lindo, é só o que apetece dizer do livro. Mais um grande romance de Danielle Steel, que nos apaixona completamente. É daqueles imperdíveis para quem gosta do género mas preparem os "lenços" que ele é cheio de momentos dramáticos.




"Aproveitar o que temos com cada pessoa que nos é querida, e amar todos os amores."

"Só acontece uma vez,
não duas,
os momentos fogem
como ratinhos que passam a correr,
a vida demasiado rápida,
e só para os mais valentes,
os fortes, os verdadeiros.
E quando o momento chega para ti não deixes que te passe ao lado,
porque num piscar de olhos,
o amor desapareceu,
o momento morreu,
ficou um toque vazio na tua cabeça,
o coração saberá quando o destino te murmurar ao ouvido...
Oh, não tenhas medo,
amigo adorado,
porque no fim vale a pena pagar o preço,
a taxa, o custo,
quando tudo está perdido,
mas o amor ganho,
quando o verdadeiro amor chega,
existe apenas um."

"Ninguém é feliz o tempo todo, nem mesmo quando se está loucamente apaixonado."

"Só se ama uma vez na vida, mas é uma vez para cada tipo de amor."

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Confia no que sentes

A vida é cheia de "ses", se eu tivesse feito isto, se eu tivesse escolhido aquilo, se eu tivesse ido por outro caminho...

A verdade é que não pudemos mudar o passado, já foi e não volta mas podemos mudar o presente, podemos traçar um novo futuro. Todos os dias podes reescrever a tua história, todos os dias a tua vida é um livro em branco, hoje chegou a altura de escreveres a história que queres viver, sem medos, sem "ses", sem ligar ao que os outros dizem ou pensam.

Se é isso que sentes, se é isso que queres, chegou a altura de realizar, chegou a altura de tirares as ideias do papel e vivê-las, chegou a altura de trancar o medo na gaveta e tirar de lá a coragem, chegou a altura de ouvires o teu coração e ires finalmente atrás daquilo que sabes que é o caminho certo para ti.

Chegou a altura de seres feliz, vai... Confia no que sentes!