terça-feira, 6 de outubro de 2020

Sê tu mesmo!

 Do que tens medo?

Porque vives uma vida que não te satisfaz, não te preenche, não te faz feliz?
Porque insistes em ser o que os outros esperam que sejas em vez de quem realmente queres ser?
Porque permites que a infelicidade te domine em vez de correres atrás da felicidade?

A vida é tua, o coração é teu, és tu que acordas e adormeces com esse peso no peito e essa dor na alma, és tu que finges sorrisos para parecer que está tudo bem quando na verdade está tudo mal.
És tu que aceitas a infelicidade com medo de te desafiar, de te libertares, de seres quem tu és.

Mas porquê?
As pessoas que te amam vão continuar a amar-te - ou então nunca te amaram e eu sei que isso é uma realidade assustadora, mas se nunca te amaram também não te farão falta, não precisas de números ao teu lado, precisas de pessoas, pessoas que te completem, que te amem, que te protejam, que te apoiem e acima de tudo que te aceitem.

Então porque insistes em ser o que não queres ser, em fazer o que não queres fazer, em sorrir quando não queres sorrir, em ser politicamente correto só para agradar o mundo?

Não, não, não.
A vida é tua e és tu que tens que a viver, de acordo com o que sentes, pensas e desejas.
Sem medos, sem falsos sorrisos, sem caminhos traçados por outros.
A vida é TUA, então sê tu mesmo.

Respira fundo, olha-te ao espelho e decide ser feliz.
Só depende de ti, SÓ DE TI.
Deixa esse peso que te consome a alma para trás e trata de ser feliz, acredita, em ti, na tua coragem, nas infinitas possibilidades que cada novo dia te trás.
Vá lá...Sem medos.. Eu sei que consegues.

Eu acredito em ti, acredita também!



Sem comentários:

Publicar um comentário