quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Sofia Fraga - A tartaruga Celeste e o menino que chorava música

A fnac colocou-o na literatura dos 4 aos 6 anos, a wook recomenda-o para um publico entre os 6 e os 10 anos, já eu sou mais abrangente e colocaria este livro entre os 4 e os 12 anos e o motivo é simples, "A tartaruga Celeste e o menino que chorava música" é um livro maravilhoso e com uma mensagem fantástica.
 A mensagem da história não é facilmente atingida por uma criança de 4/6 anos mas é um livro maravilhoso para ser lido por um adulto durante a hora da leitura ao mesmo tempo que lhes vamos desafiando a imaginação e fazendo perguntas sobre o que estão a ouvir. Explicar de uma forma simples e bonita a uma criança de 4/6 anos que as diferenças existem e que está tudo bem em ser diferente é dar-lhes ferramentas para serem mais felizes no seu dia a dia e para saberem ser mais tolerantes com as diferenças alheias.
Já uma criança de 12 anos poderia hoje em dia (já que eles crescem e se desenvolvem à velocidade da luz) ser considerada demasiado velha para uma história "infantil", mas esta história não é só mais uma história infantil, esta história faz-nos sorrir, faz-nos pensar "caramba é isto, vou ser uma tartaruga Celeste" e ler isto aos 12 anos - quando queremos tanto agradar aos outros, quando por vezes nos esquecemos que ter a nossa própria identidade é maravilhoso, quando achamos que só seremos bons se todos gostarem de nós e quiserem brincar connosco - pode ser muito libertador.
Às vezes tudo o que uma criança precisa de ouvir é que está tudo bem em ser diferente, é que está tudo certo em querer trilhar o seu próprio caminho, é que é maravilhoso usarmos o nosso próprio cérebro e não irmos atrás das ideias dos outros.
Se o escolherem dar a crianças de 12 anos sugiro que colem um post it na capa com a mensagem "que sejas sempre uma tartaruga Celeste e nunca percas a coragem de ser diferente" desta forma a vossa criança vai perceber que o livro é um tremendo incentivo a ele mesmo e não que o acham um menino pequenino.

E para terem noção de como gosto tanto deste livro eu teria adorado saber como a Celeste viveu a sua vida ou como o Pedro aplicou a lição que aprendeu.

 Por fim, se a vida te der limões fazes uma limonada ou choras pela tua falta de sorte? A tartaruga Celeste não tem dúvidas sobre o que faria :)



"As estrelas são na verdade pequenos anjos da guarda e cada ser vivo tem direito ao seu. Quando a noite cai e olhamos para cima com atenção, a nossa estrela pisca ao de leve para nos dar a entender que continua a zelar por nós."

"Não é a carapaça que define a tua vida, és tu que defines a carapaça com que queres viver."

"Às vezes só temos de aprender a olhar para as coisas de uma perspectiva diferente."

6 comentários:

  1. Não conhecia confesso mas gostei muito, já quero ler.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Que mensagem positiva! Precisamos que as crianças leiam mais livros dentro desse género! Desconhecia mas fiquei com vontade de o ler à criança lá de casa.

    ResponderEliminar
  3. awesome post!

    Would you like to follow each other? If the answer is yes, please follow me on my blog & I'll follow you back.

    http://www.okcheori.com

    ResponderEliminar