segunda-feira, 1 de junho de 2020

Rachel King - A música das borboletas

E se para salvar centenas de pessoas tivesses de sacrificar dois amigos?

Thomas é um apaixonado por borboletas e sonha encontrar uma que nunca ninguém conseguiu capturar. Quando é convidado a fazer uma expedição pela Amazónia Thomas acredita que chegou a hora de realizar o sonho.
No entanto algo corre terrivelmente mal e o Thomas que volta não é de todo o mesmo que foi, Sophie a sua mulher vai tentar quebrar o mutismo e as novas barreiras do marido. Será que consegue e valerá a pena o risco?


Embora longe de ser um daqueles livros que nos prendem tanto que não conseguimos deixar de ler, "A música das borboletas" é um bom livro, com factos inesperados e que não nos deixa adivinhar-lhe os próximos capítulos.
É preciso ler para saber o que acontece, nunca conseguimos prever o que vem a seguir e por isso mesmo vale a leitura.



"Aqui a noite está quente mas fria sem ti."

"Basta saber ler, [...], para nos cultivarmos."

"Nunca te rales com o que os outros pensam de ti, filha. Só tens de prestar contas a ti mesma e a Deus. Só a esses dois. E Deus ama-te, faças o que fizeres."

"O mundo não é exactamente como imaginavas que fosse, pois não?"

"É tão fácil arranjar desculpas para o nosso próprio comportamento."

Sem comentários:

Publicar um comentário